AIESEC Experience

Desafios.

Sempre gostei muito de novos desafios, de sentir aquela sensação constante de me conseguir colocar à prova.

Foi esta busca incansável por novos estímulos que me levou há cerca de dois anos a juntar-me à AIESEC, a convite de um amigo meu. Tinha acabado o meu primeiro ano de licenciatura, e posso dizer que estava num processo de descoberta pessoal… À semelhança de tantos outros jovens, também sempre tive muita dificuldade em perceber ao certo quais as minhas aptidões.

Contudo, a AIESEC teve um papel fundamental na minha vida, não só por todas as aprendizagens que fui colecionando ao longo de toda a minha jornada na organização, como por todas as pessoas que tive a oportunidade de conhecer e que guardo com um carinho bastante especial no meu coração.

Ao fim de cerca de seis meses como membro na área de “Social Projects”, onde era responsável por abrir vagas em escolas para um projeto de voluntariado internacional de educação ambiental, soube logo que ia ficar durante mais algum tempo na organização. Foi, então, que me candidatei para gerir a minha primeira equipa, queria sair da minha zona de conforto e poder ajudar ao desenvolvimento pessoal de outros jovens.

A minha experiência como “Team Leader” na área “Volunteering Experiences”, não foi de todo fácil, pois estava a ter um semestre bastante complicado na faculdade e ao mesmo tempo estava a trabalhar também para AIESEC in Portugal, como um dos responsáveis pela gestão de redes sociais da organização. Toda esta carga de trabalho, enquanto estava a gerir três pessoas, requereu que desenvolvesse muitas capacidades de organização e gestão de tempo, que atualmente são mesmo úteis no meu dia-a-dia.

No verão de 2019, depois de estar responsável por enviar e receber voluntários, decidi que era a minha vez de fazer uma experiência de voluntariado com a AIESEC. Durante seis semanas, tive a oportunidade de trabalhar num projeto de edução para o multiculturalismo e a não discriminação na Polónia. Tive a oportunidade de fazer esta experiência com voluntários de outros países, o que me enriqueceu imenso a nível pessoal. Quando voltei a Portugal, não digo que cheguei uma pessoa nova, mas uma pessoa mais completa – com novas competências e com uma visão diferente sobre o mundo.

Depois da minha experiência, continuei a trabalhar na AIESEC. Durante seis meses tive a oportunidade de trabalhar no departamento de marketing no meu escritório, onde fui responsável por organizar e gerir eventos da organização. Esta experiência foi mais dentro da minha área de estudos, então tive a oportunidade de colocar em prática muitos dos ensinamentos que ouvia na faculdade.

Atualmente, sou o diretor de marketing do escritório local da AIESEC in Lisboa ISCTE, cargo que já exerço há cerca de seis meses. Não poderia estar mais orgulhoso do caminho que tracei para mim mesmo e se pudesse voltar atrás escolheria a AIESEC sempre.

Recém-licenciado em Ciências da Comunicação, a AIESEC foi para mim uma segunda escola, que me está abrir portas no mercado de trabalho… Afinal não é todos os dias que se encontra um jovem que com apenas 21 anos já tenha gerido três equipas, que seja diretor de marketing de uma organização e que conte com uma experiência de voluntariado internacional no currículo.

Se também vocês, como eu, gostam de ser continuamente desafiados e experimentar coisas novas, tenho a certeza que a AIESEC é a organização ideal para vocês. Juntem-se em: http://bit.ly/joinAIESEC-PT.

Alexandre Cruz, AIESECer há 2 anos

Comentários

comentários