Estar numa Associação durante o percurso universitário pode ajudar-te no futuro!

Perguntámos à Unlimited Future a importância de estar numa organização enquanto se está na faculdade! Eis a resposta deles:

“Hoje em dia, mais do que nunca, são as tuas soft skills que te vão distinguir dos restantes candidatos a uma vaga de emprego.

Se pensares é bastante lógico, se cada vez mais pessoas são licenciadas ou têm mestrados, significa que cada vez mais pessoas têm a mesma formação e, portanto, as mesmas hard skills.

O que é que isto implica? Que comeces a ter mais atenção às atividades que vão permitir que te destaques relativamente à concorrência e não pores todo o teu foco em “simplesmente” fazer o curso!

Dica extra: cada vez menos interessa a média que tens! Sabemos que isto pode ser um choque quando comparas o Ensino Superior com o Ensino Secundário, mas a realidade é efetivamente diferente.

O raciocínio que nós, Unlimited Future, fizemos foi: se no Secundário ter a melhor média não era necessariamente um bom indicador de ser a pessoa mais inteligente, no Ensino Superior não vai ser um bom indicador de ser a pessoa mais competente.

O que te vai diferenciar são as tuas competências comportamentais. Competências como, por exemplo: proatividade, espírito de sacrífico, espírito crítico, adaptabilidade e capacidade de trabalhar em equipa.

E de onde as podes ir buscar? Há muitas delas que estão em ti enquanto pessoa e na educação que recebeste, outras são oriundas das tuas experiências e do que aprendes com elas. É nestas últimas que aparece o mundo do Associativismo!

Alguém que já esteve no mundo do associativismo, ou que fez voluntariado, desporto federado, desporto universitário, atividades musicais ou foi/é escuteiro, estará sempre à frente de alguém que esteve apenas focado nas notas das disciplinas.

Ainda não estás convencido de como é que as Associações ou Organizações podem contribuir para o teu desenvolvimento pessoal e do teu currículo? Aqui tens 3 razões mais específicas:

  • Desenvolvimento de Soft Skills

Normalmente, nestas entidades, os recursos financeiros não são propriamente abundantes, o que significa que trabalharás em regime de voluntariado na grande maioria das atividades.

Para além disto por si só ser uma vantagem para o currículo, se aliares isto com a diversidade de membros e com outras vantagens inerentes a cada uma das organizações (viajar, contactar com crianças, contactar com empresas, etc.), vai permitir-te adquirir um conjunto de competências importantes para o mercado de trabalho.


Competências tais como:

  • Trabalho de equipa;
    • Paciência;
    • Criatividade;
    • “Problem-solving”;
    • Sentido crítico;
    • Etc.
  • Aproximação a Empresas

É mais fácil chegares ao trabalho/vaga que queres se já conheceres algumas pessoas dentro das entidades parceiras da associação.

Para além disso, mesmo que não conheças ninguém, a empresa vai reconhecer a associação no teu currículo, aumentando as probabilidades de prestar mais atenção!

  • Networking

Tendo em conta a diversidade que a grande maioria das Associações apresenta ao nível dos seus membros, vais estar a contar com futuros gestores, economistas, médicos, engenheiros, etc.
Compensa sempre conhecer uma pessoa em cada profissão ou área!

Nunca se sabe quando vais querer erguer o teu próprio projeto e estas pessoas podem ser um recurso para isso mesmo. Se somares o facto de que estas pessoas podem trabalhar em empresas totalmente diferentes do teu ramo e abrir-te portas, que normalmente seriam muito complicadas de abrir, para essas áreas. Onde é que podes obter tudo isto? Entrando na AIESEC através do recrutamento (bit.ly/joinAIESEC-PT) e prestando atenção, através do site ou do Instagram @unlimited_future, aos workshops e atividades que o Unlimited Future faz!”

Comentários

comentários