Será assim tão complicado?

Tenho um desafio para ti. Levanta a mão. Não chega leres isto, imaginar que o fizeste e esperares entender o texto que estás prestes a ler. Levanta a mão.

A generalidade das pessoas mede os seus objetivos através ações. Planear é essencial para atingir um objetivo, mas há um problema: a incerteza perante a questão “será a altura certa?” é assustadora. Quando te deparas com desafios que, na realidade, não sabes como enfrentar, estas são as expressões mais ouvidas:

-Bem, é complicado

– Não é a altura certa

Dito isto, até conseguires abrir as portas e enfrentar o desafio pode seguir-se um longo caminho – fechas-te na tentativa de chegar ao cerne da ação e continuas a avaliar a tua experiência como insuficiente para o sucesso..

De volta à parte em que levantas a mão (espero seriamente que o tenhas feito – caso contrário, esta é a última oportunidade).

Tens noção daquilo que acabaste de fazer?

Aplicaste os Newtons suficientes para superar a força que nos mantém neste planeta. De certeza que pesas mais de 50kg, e acabaste de superar a força que faz com que não seja possível manteres-te no ar quando saltas. Já alguma vez levantaste 50 kg? Derrotaste a força que faz com que um planeta inteiro se mantenha em órbita, a mesma força que faz com que a Lua esteja perto de nós. Mediste forças com uma Lei Universal e isso é estrondoso.

Transferiste uma quantidade colossal de neurotransmissores através dos teus neurónios, criando uma diferença de potencial entre os positivos e os negativos. Isto gerou um impulso elétrico, conduzindo informação do teu cérebro para a tua mão, mandando-a mexer – é uma longa viagem.

Recebeste a imagem do teu computador graças à luz projetada no ecrã. Quando passou pelos teus olhos, as tuas pupilas inverteram a informação para que pudesses ter uma imagem daquilo que te desafiei a fazer.

Durante anos, aprendeste uma língua que tem evoluído ao longo do tempo. Tu sabes a sua estrutura principal – talvez até nem seja a tua língua nativa – e isso permitiu-te ler este texto.

Tu só levantaste a tua mão. Talvez não seja assim tão complicado. Talvez seja a altura certa.

 

João Araújo

Vice-President Marketing, AIESEC in Minho

communication@minho.aiesec.pt

 

Comentários

comentários